quinta-feira, 31 de agosto de 2017

RESENHA DO LEITOR: QUALQUER OUTRO LUGAR

SINOPSE: Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo. Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha. Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração. E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre.


Para fechar a trilogia com chave de ouro, em Qualquer Outro Lugar a batalha final entre as rainhas se aproxima e logo quando achava que a guerra estava perdida, Alyssa encontra seus mais poderosos aliados. Depois de ver sua mãe ser arrastada de volta para o País das Maravilhas e ver Morfeu e Jeb irem para Qualquer Outro Lugar, Alyssa foi internada em um manicômio. Enquanto todos ao seu redor pensam que ela esta completamente maluca, Alyssa recupera suas forças e planeja uma maneira de salvar aqueles que ama. Como ela descobriu em Através do Espelho, seu pai foi sequestrado pelos habitantes do País das Maravilhas e usado por anos, antes de sua mãe resgatá-lo. O que Alyssa não sabe é que seu pai descende de uma linhagem de guardiões, que visa proteger todos contra os horrores de Qualquer Outro Lugar, que é uma prisão para intraterrenos. Assim, seu pai se torna um importante aliado quando ela precisa resgatar Morfeu e Jeb, mas antes disso ela precisa se armar. A guerra contra a Vermelha se aproxima e Alyssa sabe que seus poderes podem não ser o suficiente para ajudá-la a vencer.


"Eu achava que lembranças eram algo que seria melhor deixar para trás... bolsões no tempo congelados que você poderia rever por seu valor sentimental, mais uma indigência do que uma necessidade. Isso foi antes de perceber que lembranças eram a chave para recuperar a fé e o futuro".

Alyssa volta em um dos lugares do seu passado para resgatar as memórias de seu pai, na esperança de descobrir uma maneira de entrar em Qualquer Outro Lugar. Mas não é só isso, ela também recupera as lembranças de uma Vermelha mais jovem. Algo que sua inimiga tinha optado esquecer a muito tempo atrás. Algo que a deixava mais vulnerável e mais fraca. Justamente o que Alyssa precisava. Com sua arma secreta em mãos ela parte com seu pai para Qualquer Outro Lugar e lá se depara com Morfeu que usa uma magia que não deveria mais possuir e Jeb. Jeb que parece ser uma pessoa completamente diferente agora. Seu coração quebrado se refletiu em sua arte, uma arte que agora esbanja magia que ele compartilha tanto de Morfeu quanto da Vermelha.


"Um pulsar de luz violeta passa das cerdas úmidas do pincel para a orelha de Morfeu. Num passe de mágica, a ferida se fecha. Tenho que colocar a mão sobre a boca para abafar meu gemido de surpresa. Ainda de costas Jeb se endireita e aprecia seu trabalho".

Como nenhum intraterreno pode usar magia em Qualquer Outro Lugar, Morfeu passou a depender da magia de Jeb para sobreviver. Por outro lado é Morfeu que conhece as criaturas e as armadilhas de Qualquer Outro Lugar, o que também o tornou indispensável para sobrevivência de Jeb. Devido à necessidade e a ausência de Alyssa, que sempre foi o motivo de conflito entre eles, os dois se tornaram parceiros e aprenderam a trabalhar juntos. Alyssa não se sente confortável sobre essa relação, principalmente por causa de seus sentimentos confusos por Morfeu que a levaram a quebrar o coração de Jeb. Mas com coisas mais importantes em jogo, Alyssa se une a eles para que juntos consigam o antídoto para o seu pai que foi ferido e uma passagem segura para o País das Maravilhas. Nem que para isso ela tenha que confrontar outro membro de sua família que é ainda mais vil e letal. A Rainha de Copas foi confinada em Qualquer Outro Lugar por sua tendência a matar pessoas para colecionar seus corações e atualmente ela abriga o espírito da Vermelha em seu corpo. Para fazer com que Copas entregue o espírito da Vermelha, Alyssa terá que libertar seu lado sóbrio que ela faz tanta questão de esconder. Ela vai ter que se tornar mais intraterrena que humana. 


Minha garganta fica seca. É agora ou nunca. Bato as assas para me levantar acima da multidão.
– Eu desejo desafiar a rainha. 

Quando seu mundo custa tudo o que você tem, você o dá de livre e espontânea vontade, mesmo que isso despedace seu coração. Alyssa aprende isso da pior maneira possível. Através de grandes sacrifícios e a perda de vidas inteiras Alyssa consegue salvar todos os que ama, mas não sem antes perder a si mesma no processo. Cheio de loucuras, inseguranças, mistérios e manipulações Qualquer Outro Lugar me levou as lagrimas em mais de um momento. Entre a trilogia é o livro com mais ação, significado e romance criando um caos na medida certa. Apenas o suficiente para fazer um livro perfeito.

VITAMINAS:


RESENHA ESCRITA POR: CAROLINA SIQUEIRA
Carol Siqueira, 20 anos, é estudante de Odontologia pela Universidade Positivo e quando não está deixado o sorriso das pessoas mais bonito, ela passa seu tempo lendo histórias sobre criaturas mágicas, que eventualmente se apaixonam, ou escrevendo algum resumo bobo na varanda de sua casa e não perde a oportunidade de adicionar mais um livro a sua coleção de preferidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: