terça-feira, 26 de setembro de 2017

ENTREVISTA COM CORA FÉLIX, AUTORA DE CINCO PRAZERES

SINOPSE: Ao completar vinte anos, Pietra entra em seu apartamento e descobre que ganhara um presente peculiar de suas amigas. Infelizmente, aceitá-lo era o mesmo que quebrar todas as barreiras de sua personalidade e convicções. Era assumir que a virgindade de uma mulher era apenas um obstáculo e que nenhuma delas precisava guardá-la para alguém especial. O presente estava em seu quarto, possuía um olhar intenso, características escolhidas a dedo e uma postura que apenas um homem seguro de si poderia carregar. Perfeito, perfeito para os parâmetros de Pietra. Ele era uma encomenda, e sorriu ao vê-la pela primeira vez. "Boa noite, sou Diego, estou aqui para lhe dar prazer".


Como surgiu a ideia de escrever “Cinco Prazeres”? Estava vendo uma série de guerreiros, foi quando gladiadores apareceram em um salão, sendo leiloados para os donos dos ludus. Eu, como uma boa apreciadora, pensei "gostaria de ganhar um desses como presente". Foi aí que a ideia central de Cinco Prazeres surgiu. E se uma mulher ganhasse de presente um homem? Eu precisei de um pouco de tempo para moldar essa ideia sem que eu colocasse o homem como objeto, porque não gosto muito desse tipo de sintonia.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Um pouco, talvez um ano para escrever um conto de 60 páginas. Sou uma pessoa muito perfeccionista, e Cinco Prazeres foi minha primeira história original, visto que só escrevia fanfics desde 2010. Como todos sabem, a dinâmica da escrita original é mais densa, então precisei de um tempo longo para me adaptar e fazer algo com que me orgulhasse ao ler tudo no final.

O que o leitor pode esperar de "Cinco Prazeres”? Um livro erótico, mas com conteúdo. Isso existe? Sim, isso existe. Não queria escrever apenas sexo, apesar de ser a temática central do conto. Pietra é uma mulher virgem e Diego é um garoto de programa, coloquei algumas questões sobre esses assuntos no conto, sem contar o relacionamento que os dois desenvolvem no pouco tempo que estão juntos.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? É engraçado eu responder essa pergunta porque, mesmo sendo escritora de livros eróticos e romances, meus autores preferidos são, em sua quase totalidade, de fantasia. Tolkien, J. K. Rowling, Martin, Anne Rice, Diana Gabaldon... São meus preferidos, porque são meticulosos e detalhistas, duas características que eu possuo. Diana tem uma linha de pensamento parecida com a minha: escreva para si mesma, e depois publique!

Se "Cinco Prazeres" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Eu prefiro que meus leitores escolham a trilha sonora particular para minhas histórias, mas se eu pudesse escolher uma música para a história de Diego e Pietra, seria "Hold Back The River", do James Bay. Quem ler o conto e, em um futuro próximo, ler a continuação, vai entender a referência.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Sou ilustradora, e então eu sempre mesclo essas duas profissões. Não consigo mais separá-las. Meu campo é criaturas fantásticas e hibridismo, então nada mais natural que eu abandone, aos poucos, os romances, e vá me aventurar pela fantasia, com pitadas eróticas, claro!

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Eu espero de coração que a história de Pietra e Diego fascine vocês! Tenho muito carinho por esses dois! Lembrando que quem adquirir o e-book na Amazon e deixar uma avaliação ganhará marcadores exclusivos da história, e estará automaticamente participando de um sorteio, com brindes!

Cora Félix tem 28 anos e mora em Belo Horizonte - MG.

PARA LER "CINCO PRAZERES" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: