sexta-feira, 22 de setembro de 2017

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: DOMINADORES - AS TRÊS DIVISAS

SINOPSE: Você conseguiria imaginar se todas as histórias de horror, monstros e guerras que sempre te contaram fossem verdade? Você consegue imaginar nascer humana e um dia acordar dominadora? Grace sempre acreditou que era humana, até o dia em que o primeiro monstro a encontrou. Todas as histórias que seu avô contava sobre os dominadores agora eram reais, e ela não estava mais segura ao seu lado. Agora ela deve partir para as três divisas, o lugar mais seguro para os jovens que se encontram em transição do mundo humano para o mundo caótico a que pertencem. Mas será que é tão seguro quanto dizem? Será que Grace pode confiar naqueles ao seu redor?


Fala galera! Hoje vamos falar das minhas Primeiras Impressões sobre o livro “Dominadores – As Três Divisas” da autora Bianca Ribeiro e lançado pela Editora Arwen. A autora nos deu uma entrevista falando sobre o livro e você pode conferir clicando aqui! O que começar a dizer sobre esse livro que mal conheço e já considero pacas?


Bem, vamos lá! O livro conta a história de Grace Ann Evans, ou simplesmente, Grace, como ela prefere ser chamada. Ela está prestes a completar 19 anos e vive com seu avô na fazendo, numa vida pacata e feliz. Ela e o avô, Tom, tem um bela relação de amizade, cumplicidade, carinho e honestidade. Essa última caraterística é a que deixa Grace mais feliz, já que não gosta de mentiras e ser a última a saber das coisas. Na fazenda, ela ainda tem um melhor amigo, Oscar, que os ajudava nas suas tarefas domésticas rotineiras, como cortar a grama e colher girassóis.


Os pais de Grace morreram quando ela era criança. Ela não chegou a conhecê-los. A única lembrança que tem de seu pai é uma foto dele mais jovem e da sua mãe ela não tem absolutamente nada, o que a deixa intrigada, principalmente por seu avô parecer ressentido e amargurado quando ela toca no assunto. Na véspera de seu aniversário, seu avô lhe entrega um embrulho, uma velharia de família, coisa que Grace adorava, mas pede que ela só abra quando for o dia do seu aniversário e quando chegar a hora.


E essa hora chega mais rápido do que esperamos. Ao acordar, Grace se vê sendo atacada por uma criatura. Ela não sabe onde seu avô está, seus gritos e pedidos de socorro são em vão. Ela tenta de formas fugir e lutar contra o terrível monstro. Até que vê o embrulho que guardava uma espada e a utiliza para cravar na criatura que se transforma em um pó negro e desaparece. E aí seu avô aparece calmamente e feliz pelo que acabara de acontecer, o que a deixa um tanto possessa de raiva por ele não ter interferido nem a ajudado. Pode isso Arnaldo?


Tom então explica para Grace que todas as histórias que contava sobre os Absques eram reais e que ela era uma Dominadora. O que significa isso? Seguinte: Os três Absques separaram o mundo entre os Humanos e os dominadores. Eles eram diferentes entre si e eram chamados chamamos de Primeiro, Segundo e Terceiro Absques porque não tinham nomes específicos. Os três primitivos ergueram uma barreira fazendo com que os Humanos não pudessem alcançar o o mundo dos Dominadores, sentir, ver e ouvir o que eles presenciam. Normalmente eles deixam os humanos em paz e nós não podemos ver o que eles veem. Então os Absques e Dominadores, vivem em um mundo perigoso devastado por monstros, enquanto nós humanos não fazemos ideia do que acontece ou que existe isso. 


E o que os Absques tem a ver com os Dominadores? Lá vai: Os três Absques resolveram se separar por causa de seus domínios. O Primeiro deles era mágico, uma magia muito forte. O segundo era um pouco mais rebelde efoi ele quem criou os monstros, para servi-lo. O outro era o mais indiferente, seguia seu próprio rumo, era um guerreiro de muitas batalhas e mantinha os outros dois afastados, pois eram os que mais gostavam se causar intrigas. Eles não ficavam perto um do outro, era perigoso e podiam destruir o que haviam criado. Confuso? Pode parecer um pouco, mas na escrita da autora e durante a leitura todo esse novo mundo aos poucos mais ficando mais claro e fazendo sentindo.


O primeiro Absque deu parte de seu sangue àqueles que o seguiram, que mais tarde foram chamados de Donistas, pessoas humanas que tendiam de sua magia e bondade. O segundo Absque também deu parte de seu sangue aos que o seguiam, por inveja ao seu rival, é claro que os fez como ele, inclinados a serem maus e invocarem monstros, tanto para proteção, quanto para matar. Muitas vezes eles conseguem se controlar, às vezes não. O terceiro Absque se viu sem opções, depois de ver como as coisas pioraram com a criação dos descendentes dos outros dois, criou sua própria linhagem, os Indiferentes, guerreiros sensatos e corajosos que tinham como função manter os outros em paz. Os três decidiram chamar os descendentes de Dominadores. Dizem que algumas pessoas não reagiram muito bem ao sangue do segundo Absque e se tornaram monstros horrendos. Os Absques estão mortos, mas também dizem que é possível invoca-los.


E o que isso tem a ver com nossa heroína? Ela é filha de uma Donista (magia) com um Invocador (que cria os monstros). Grace acredita e espera que seu pai seja um bom homem e não tenha sido corrompido pelo lado negro da força! Agora ela precisa partir para as Três Divisas para ser treinada e descobrir a qual Divisa pertence: Donistas, Invocadores ou Indiferentes e aprender a controlar seus poderes para se livrar dos monstros que estão espalhados por aí para matá-la.


Seu avô a leva para Detroit e lá eles atravessam uma espécie de portal que a leva para Três Divisas. Lá ele encontra vários jovens sendo treinados, conhece seu Conselheiro responsável, Jayden que é bem jovem também. Ps: Senti um clima entre os dois, me corrija se estiver engando Bianca! E já shippo, pronto, falei! Ela ainda conhece Archie Levesque, Conselheiro da Divisa Um e que conheceu seus pais e avô e que pode ter as respostas que ela procura sobre sua família e o passado deles. Então Grace descobre sua designação que é... Não sei porque os capítulos acabaram aqui e estou doido para descobrir!


O livro tem uma leitura muito dinâmica, fluida e envolvente. Você se conecta com a história rapidamente e torce pela personagem principal. Tenho alguns palpites sobre um possível triângulo amoroso entre Jayden – Grace e Oscar, mas é só um palpite mesmo! Também lembro de ter lido algo que as Divisas opostas não podem se relacionar, se não me engando, o que geraria um empecilho para o casal Graden (Grace + Jayden)... Mas vamos aguardar! Preciso urgentemente de saber o que acontece depois e o do livro inteiro! Parabéns para a autora por desenvolver uma história com tanta maestria, um misto de Cidade dos Ossos com Divergente e isso é elogio porque amo essas sagas! Super recomendo!


PARA COMPRAR "DOMINADORES - AS TRÊS DIVISAS" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: