sábado, 28 de outubro de 2017

ENTREVISTA COM LEONARDO M., AUTOR DE ALMAS IMORTAIS

SINOPSE: Oliver Hale, um jovem de dezenove anos, de repente se vê na difícil situação de começar do zero após vivenciar o divórcio repentino dos pais. Abalado, mesmo com o apoio da mãe, se vê desesperançoso ao chegar na nova escola. Mais uma vez sua vida se transforma. Presenciar a morte de perto, a presença de um homem desconhecido e uma carta misteriosa levam Oliver em busca de respostas, tornando-o alvo de uma grande caçada. Depois de descobrir um mundo sobrenatural e precisar enfrentar o passado que vem à tona, Oliver se vê forçado a possuir um poder extremo. Dividido entre um amor proibido e sobreviver. Qual será a escolha de Oliver? Almas Imortais revela o segredo existente em cada alma, mostrando o verdadeiro sentido da palavra “destino”.


Como surgiu a ideia de escrever “Almas Imortais”? Bom, Almas Imortais surgiu depois de uma sessão de cinema. Eu havia acabado de assistir o último filme de uma saga favorita, eu tinha dezessete anos, e decidi escrever essa história como forma de me fazer lembrar tudo aquilo que havia vivido nos livros e nos filmes, no entanto que nem levava a escrita de Almas Imortais a sério, era um hobby, escrevia quando queria e quando tinha vontade, mas foi o melhor passatempo que fiz na minha vida (risos).

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Como eu escrevia sem pressa e sem um prazo, nunca me cobrava, só escrevia quando estava a fim, depois de voltar da escola, quando dava e quando queria (risos), mas até chegar no ponto final do último capitulo foram dois anos e oito meses!

O que o leitor pode esperar de “Almas Imortais”? Bom, Almas Imortais é uma fantasia sobrenatural, como é o primeiro livro de uma saga é um livro de apresentação, tanto de personagens quanto de universo, então se preparem para muitos suspenses, duvidas e revelações, poderes e lutas. Oliver que é o meu personagem principal vai descobrir muitos segredos dos seus antepassados além de estar se descobrindo pessoalmente sobre sua personalidade e vida pessoal. E claro, tem um romance proibido, que é um grande diferencial de outras histórias que vocês terão que descobrir sozinhos (risos).

Qual é o autor ou autora preferido? Eles te inspiraram de alguma maneira a escrever? Nossa, eu gosto de vários (risos), mas vou citar a Stephenie Meyer, porque ela me inspirou de certa forma a escrever Almas Imortais, tanto na forma de narrativa quanto ao sentido romântico.

Se "Almas Imortais" pudesse ter uma trilha sonora, qual musica escolheria? Na verdade, Almas Imortais tem uma trilha sonora, pois eu amo escrever ouvindo música, especificamente em algumas cenas, músicas me inspiram muito! Então não vou escolher apenas uma música, mas vou citar as artistas que mais ouvi durante o processo de escrita: Avril Lavigne, Lana Del Rey, Birdy. 

Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Eu quero muito viver da escrita um dia, mas no nosso país é difícil (risos) então tenho outra profissão, no momento sou gerente em uma empresa de fast-food.

Deixe uma mensagem para os leitores: Olá leitores do vitamina L , espero que estejam ansiosos para ler Almas Imortais! Continuem clicando aqui no Vitamina L , quem sabe logo aparece uma resenha por aqui! Obrigado pelo apoio! Até mais!

PARA COMPRAR "ALMAS IMORTAIS" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: