quarta-feira, 29 de novembro de 2017

RESENHA DO LEITOR: UTÓPICO

SINOPSE: Daniel Reis é um médico curitibano com uma carreira em ascensão e um futuro brilhante, mas que esconde um passado sombrio. Atormentado pelo assassinato que cometera e que nunca viera à tona, sua sede por sangue se alia à sua revolta para com o mundo ao seu redor. A extração de órgãos é apenas o começo de uma nova vida sem volta para o doutor Daniel e, nesta jornada obscura e gananciosa, dinheiro, morte e amor o forçam a enfrentar seu pior inimigo: ele mesmo. O leitor deve estar preparado para se surpreender a cada página neste thriller que marca a estreia de André Mafra no mundo dos livros.


Olá pessoas. Hoje eu vim falar sobre o livro Utópico de André Mafra. Antes de mais nada preciso dizer que sou apaixonada por livros, sempre fui, mas tenho TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade), então se um livro não me prender logo no início eu acabo abandonando. Não foi o caso de Utópico que me ganhou já no prólogo. Logo no início um mistério. Três crianças estão desaparecidas e são encontradas pelos pais próximas a um lago, ao lado de uma caixa térmica vermelha e dentro alguns objetos como bisturis, tesouras, pinças e outros instrumentos cirúrgicos. Essa cena não é explicada nesse momento tive que acalmar a ansiedade, não foi fácil... Então vamos a outro cenário. Conhecemos os detetives Carlos Brandão e o novato Luis Ortega investigando o desaparecimento de Ariel, filho de Marta e namorado de Loana.


— Mãe? — Betina chamou Marga, com a mão sobre o ombro da idosa mulher.
— Oi, querida — Marga respondeu, acordando com um susto. — Tive um sonho estranho...
— Mãe, onde estão as crianças?
Margarete olhou para frente. O gramado estava ali. As árvores estavam ali. 
O Sol estava ali. Mas as crianças haviam sumido.

E então um salto de 7 anos e conhecemos melhor a personagem Loana, uma mulher forte que apesar de todo sofrimento do passado não se deixou abater. Loana tem uma filha, Ísis, uma linda garotinha loira que nasceu com Síndrome de Down. O médico responsável pela Ísis é o Dr Daniel ReisDaniel cometeu um assassinato no passado, não foi descoberto na época então aparentemente tinha saído ileso da situação. Um pouco mais a frente descobrimos que Loana e Daniel já se conheciam, foram namorados no passado, mas não tinham contato a muito tempo.


Fica claro que Daniel ainda tem sentimentos por ela, então quando eles ficam juntos parecia que tudo estava perfeito, mas só parecia. Daniel se envolve com várias coisas ilegais como tráfico de órgãos e começa a ser atormentado pelos fantasmas do passado, ouvindo vozes e sendo perseguido por coisas das quais ele não pode fugir, coisas que estão dentro da sua mente doente. Utópico me tirou o ar por diversas vezes. Literalmente eu tinha que me lembrar de respirar (eu tenho familiares em Curitiba e algumas vezes tive vontade de ligar pra eles e dizer: Tomem muito cuidado tem um psicopata muito louco andando por aí kkkk).


Super recomendo, não achei nenhum ponto negativo nele. A escrita do André Mafra é incrível, com certeza vou acompanhar de perto a partir de agora, ansiosa pelas próximas maravilhas. Não consegui comprar esse livro físico mas adoraria tê-lo enfeitando minha estante ao lado dos outros favoritos.


VITAMINAS:


RESENHA ESCRITA POR: KELLY GONÇALVES
28 anos, paulistana, casada, apaixonada pelos livros, futura técnica em radiologia. Apenas uma mãe tentando por em dia as suas séries favoritas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: