sábado, 27 de janeiro de 2018

ENTREVISTA COM L. G. MARTINS, AUTORA DE SOBREVIVA, SE PUDER

SINOPSE:  Laura não se lembra de nada! Ela acorda na cama de um hospital sem sua memória, com um bilhete anônimo se desculpando pelo acidente. No começo, ela não se preocupou muito, mas os bilhetes se tornaram intensos, frequentes e ameaçadores. "Acidentes” começam a acontecer e o hospital passa a ser um lugar bastante frequentado por Laura. Misterioso Anônimo (como é chamado por ela) começa a lhe dar ordens e a cada desobediência algo ruim acontece. Todos escondem a verdade e Laura se vê rodeada de segredos e sozinha! Ela só tem uma opção, se manter de boca fechada ou sofrerá consequências piores!


Como surgiu a ideia de escrever “Sobreviva, Se Puder"? Depois de ler Maldosas de Sara Shepard (Pretty Little Liars), toda a ideia surgiu na minha cabeça, e eu fiz os primeiros rascunhos de SSP. Depois, eu acompanhei a série, inspirada no livro e criei os primeiros capítulos. A personagem principal possui minhas características e é um pouco inspirada na minha 4° série do ensino fundamental. Eu era novata na escola e sofria bullying das garotas da minha sala (que tinham uma briga entre elas e eu nem fazia ideia do que acontecia, acabei sendo envolvida no meio e tudo começou). Claro que não é passei pelas coisas que a personagem vive no livro, mas quando escrevi a forma que ela se sentia, é na verdade a forma que eu me sentia naquela época com tudo que elas me falavam, a perseguição e o desprezo delas, me deixando sozinha. Naquela época eu dava ouvidos e sofria bastante com as coisas que elas faziam, mas tudo foi resolvido um ano depois e elas se desculparam. Coisas de colégio!

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Exatamente um ano! Já a reescrevi e editei tantas vezes, que perdi a conta!

O que o leitor pode esperar de "Sobreviva, Se Puder"? Muitos segredos, literalmente! O livro tem bastante mistério, ação, drama, intrigas, tem o famoso triângulo amoroso, amizades e aquela pitada de comédia.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Eu leito bastante, tenho tudo quanto é gênero que imagine, mas sempre tem aqueles preferidos né? Amo Becca FitzPatrick, Lauren Kate e Sara Shepard. Agora nacionais é a FML Pepper e eu curto Machado de Assis também. Não lia nacionais, mas mudei esse conceito! De certa forma sim, tem sempre aquela inspiração básica de algum escritor! Tenho uma mania de ouvir música, enquanto estou escrevendo, me ajuda muito também!

Se "Sobreviva, Se Puder" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Ah, penso em tantas músicas que provavelmente, daria um CD. Mas, escolheria: Monster - Meg & Dia (DotEXE Remix) e A Light To Call Home – Julia Brennan.
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Faço faculdade, licenciatura em Letras Português/Inglês, para ganhar aquele dinheirinho extra faço bico em um salão de festas infantis na minha cidade.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Nunca desista dos seus sonhos. Porque um dia eles podem sim virar realidade, basta querer e acreditar - Juliana lima.

L. G. Ferreira tem 20 anos e mora em Porto Ferreira - SP.

PARA COMPRAR "SOBREVIVA, SE PUDER" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: