sábado, 17 de fevereiro de 2018

ENTREVISTA COM DANIELLE SAMPOL, AUTORA DE AS FILHAS DE SELENE

SINOPSE: A pacata Vila Sant’Anna sobrevivia tranquila com seu segredo até duas famílias peculiares se mudaram recentemente. Jovens rodeados de mistérios veem suas vidas afundando em uma espiral de acontecimentos assustadores. Na tentativa de resolver os casos, um policial implacável vê seu passado trazido à tona enquanto monstros apavoram a cidade. Não há espaço para amor, ainda que intenso e visceral, só perseguição, morte e desespero por sobrevivência...
“— A filha da lua não se converte em lobisomem...”.
“— Mentira nunca sai de moda enquanto estiver funcionando...”
“— Sou incapaz de agir como humano...”

Envolvente e aterrorizante, As Filhas de Selene leva o leitor ao extremo em todos os sentidos. Você nunca se sentiu tão perto de algo tão assustador e apaixonante.


Como surgiu a ideia de escrever "As Filhas de Selene”? Eu sempre tive um amor declarado pelo universo dos lobisomens. A inspiração surgiu quando a essência desse gênero se tornou mais escassa e pouco explorada em meados dos anos 1990, então decidi escrever minha própria estória, mas respeitando toda a mitologia em torno dos monstros.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Para ser bem sincera, eu comecei a pensar na premissa em 2012, e fui amadurecendo, pois não me sentia segura para escrever esse gênero. Depois que comecei a digitar os primeiros capítulos, a coisa toda durou cerca de 14 meses, por aí.

O que o leitor pode esperar de "As Filhas de Selene"? Essa é uma boa pergunta. (... depois de 5 minutos...) Lobisomem é um gênero que, embora pareça algo bem comum, não é para todos os gostos. E como eu disse que queria resgatar a essência da mitologia, precisei usar elementos que deixariam alguns leitores de estômago embrulhado por causa da violência dos lobisomens, porque monstro dos anos 80 é feio e mau (risos). Em contra partida, também sabia que precisava inserir um contrapeso, uma recompensa. Então plantei uma novelinha na trama; personagens com temperamentos e dramas atuais, alívios cômicos e um leve romance, já que não tem como ninguém ficar declarando amor quando se é perseguido por monstro. A história começa meio rasa, mas não se deixem levar pela primeira impressão.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Eu não tenho preferências por autores, mas os que mais me inspiraram com suas narrativas foram: Amy Plum (Morra Por Mim), Nalini Sing (Beijo de Arcanjo) e Maggie Stiefvater (Os Ggarotos Corvos).

Se "As Filhas de Selene" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Para escrever esse livro eu ouvi umas musicas instrumentai, não sei dizer o nome. Parece até brincadeira, mas não lembro mesmo.

Você segue carreira apenas como escritora ou tem outra profissão? Sim. Eu sou professora de artes marciais há mais de 20 anos, fui atleta da modalidade.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Obrigada aos leitores do Vitamina Livros por terem dedicado alguns minutos lendo essa entrevista. Um beijo enorme no coração de todos. Às vezes entramos nos livros, às vezes o livro entra na gente”.

Danielle Sampol tem 43 anos e mora no Rio de Janeiro - RJ.

PARA COMPRAR "AS FILHAS DE SELENE" CLIQUE AQUI!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: