segunda-feira, 19 de março de 2018

ENTREVISTA COM LANDERSON RODRIGUES, AUTOR DE O MONSTRO ATRÁS DA PORTA


SINOPSE: Rodrigo Montibeller é um renomado detetive nacional. Em um dia qualquer, seu telefone toca durante a madrugada e ele e seu parceiro Alexandre são chamados para uma cena onde ocorreu um crime muito semelhante à outro, no mesmo local, e ainda sem solução.  A corrida contra o tempo se inicia. Ameaças colocam em risco a vida das pessoas ao redor deles. Sem pistas de onde começar e para onde ir, os detetives se veem no caso mais desafiador de suas carreiras. Telefonemas suspeitos, bilhetes ameaçadores, segredos revelados e uma investigação atrás de um assassino que nunca perde a linha e nem deixa vestígios. Repleto de suspense e mistérios, “O Monstro Atrás da Porta”, é um prato cheio para quem é fã de grandes reviravoltas e promete deixar qualquer um sem fôlego.


Como surgiu a ideia de escrever "O Monstro Atrás Da Porta”? Então, eu tinha acabado de ganhar de presente o livro "Garota Exemplar" da Gillian Flynn, da minha irmã no natal de 2014. Comecei a lê-lo, mas não aguentei esperar para ver o filme que tinha acabado de sair naquele período. Quando eu terminei o filme e o livro em meados de março de 2015, surgiu toda a trama de "O Monstro Atrás Da Porta" na minha cabeça, numa viagem de carnaval para o litoral sul. Daquele dia em diante começou o meu processo de escrita.

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta? Ao todo, foram dois anos e oito meses. De Março de 2015 até Novembro de 2017.



O que o leitor pode esperar de "O Monstro Atrás Da Porta"? É um livro para quem gosta de suspense e investigação, e claro, grandes reviravoltas. O leitor vai se deparar com elementos de suspense, terror, thriller e gore.

Qual autor ou autora é seu preferido? Eles de alguma maneira te inspiraram a escrever? Hoje em dia eu não tenho um preferido, mas para esse trabalho em especial destacam-se o aclamado Stephen King E Gillian Flynn, que foi a maior inspiração. No geral eu admiro muito a J. K. Rowling.

Se "O Monstro Atrás Da Porta" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria? Durante a narração do livro, você vai se deparar com algumas canções que eu escutei para compor as respectivas cenas. Dentre as que se destacam estão:
Sail – Awalnation: É a trilha sonora principal, no qual estão baseado os acontecimentos.
Elastic Heart – Sia: O tom pop psicodélico remete a algumas coisas que acontecem na trama. 
Animals - Maroon 5: A música retrata alguém obcecado por outro alguém, imagina um assassino atrás de você ao som dessa música? Bem insano, isso você também encontrará no livro. 
Breathe On Me - Britney Spears: A Princesinha Do Pop transpira sensualidade e numa investigação como essa, às vezes as coisas podem sair do controle sexualmente falando, isso você também encontrará no livro. 
Você segue carreira apenas como escritor ou tem outra profissão? Não. Eu sou formado em Gestão Portuária e já trabalhei com Comércio Exterior e Telemarketing, atualmente estudo Farmácia e divido meu tempo em escrever meus próximos livros e estudar. Também sou músico e toco violino.

Deixe uma mensagem para nossos leitores: Então pessoal, espero que tenham gostado e que adquiram um exemplar no link abaixo. Garanto que vocês vão amar a história e os rumos que ela toma, desde as críticas a sociedade brasileira, ao machismo exacerbado, a política, até chegarmos na justiça. A trama mostra dois lados de um acontecimento e deixa você julgar o que é certo ou não. Muito obrigado pela atenção e para não ficar só nas minhas palavras eu também vou deixar o link do book trailer do livro. Um abraço em cada um de vocês.

Landerson Rodrigues tem 25 anos e mora em Recife - PE.

PARA COMPRAR "O MONSTRO ATRÁS DA PORTA" CLIQUE AQUI!

PARA ASSISTIR O BOOK TRAILER DO LIVRO CLIQUE AQUI!

3 comentários:

  1. Tenho certeza que vai ser um grande escritor.

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente obrigado ao Rodrigo, pelo convite em expor meu trabalho aqui no blog e aos meus leitores que espero que gostem do meu trabalho.
    :D

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook: